Instagram Feed

  • Last chance! Grab some really amazing digital assets before the Envato Cyber Monday Sale ends.* http://enva.to/L3lOd *Cute fluffy kitty not included.
#mograph #motiongraphics #graphics #aftereffects #3D #graphicdesign #envatosale
  • Last chance to grab some really amazing digital assets before the Envato Cyber Monday Sale ends! 
http://enva.to/L3lOd 
#mograph #motiongraphics #graphics #aftereffects #3D #graphicdesign #envatosale
  • Last chance to grab some really amazing digital assets before the Envato Cyber Monday Sale ends! 
http://enva.to/L3lOd 
#mograph #motiongraphics #graphics #aftereffects #3D #graphicdesign #envatosale
  • Wonder Television by SebicheArgentino
Grab this & many awesome assets like it at: http://enva.to/L3lOd

#mograph #motiongraphics #graphics #aftereffects #3D #graphicdesign #envatosale

Follow Me!

Text Widget

Ut tellus dolor, dapibus eget, elementum vel, cursus eleifend, elit. Aenean auctor wisi et urna. Aliquam erat volutpat. Duis ac turpis

INCÊNDIOS 2017

2017

Inverno e Primavera anormalmente pouco pluviosos. Início de um Verão com muitos dias seguidos de temperaturas muito altas.

Todos nós podemos ter pensado que seria um Verão complicado em termos de incêndios florestais. Nunca nos nossos piores cenários pensávamos que este ano se tornasse tão trágico! Mais de 100 pessoas que perderam a vida nos incêndios e mais de 440mil hectares de área ardida em Portugal.

Mais de 442.000 hectares de área ardida em 2017

(até 31 de Outubro)

Comparando os valores do ano de 2017 com o histórico dos 10 anos anteriores, assinala-se que se registaram menos 3,6% de ocorrências e mais 428% de área ardida relativamente à média anual do período. O ano de 2017 apresenta, até ao dia 31 de Outubro, o 6.º valor mais elevado em número de ocorrências e o valor mais elevado de área ardida, desde 2007 (Fonte: ICNF – 10º relatório provisório dos incêndios florestais).

Todos os distritos identificados tiveram áreas ardidas contínuas superiores a 100ha, ou seja, superiores a mais de 100 campos de futebol.

Face à calamidade decorrida neste Verão, a ANEFA decidiu que o Projecto ProNatura poderia fazer algo para minimizar os efeitos devastadores dos incêndios florestais.

Decidimos investir na recuperação de áreas florestais ardidas privadas, mas que tenham sido consideradas pelas entidades competentes como fundamentais para a preservação do património existente, como por exemplo as áreas em redor de aglomerados populacionais.

Também iremos procurar parceiros e empresas para não só realizar arborizações, mas também a mobilização do solo nas áreas identificadas, para a instalação de espécies autóctones.

Alargar o âmbito do Projecto ProNatura à população em geral, para quem estiver interessado em contribuir para a reflorestação das áreas mais afectadas.